quinta-feira, 22 de março de 2018

terça-feira, 20 de março de 2018

sexta-feira, 16 de março de 2018

Escola solidária

O Agrupamento de Escolas de Esgueira é solidário.
As Bibliotecas associam-se às várias iniciativas que pretendem apoiar o Centro Hospitalar do Baixo Vouga.
Desta forma, a biblioteca escolar de Esgueira irá iniciar mais um  projeto "O Baú dos livros vai ao Hospital", que consiste no empréstimo de livros à especialidade da pediatria.

O nosso principal objetivo é tornar menos desconfortável o internamento e simultaneamente promover a competência leitora  das crianças e jovens internados. 
Também tentaremos ajudar no apetrechamento das salas de estar do Internamento e da Consulta Externa.
Assim, e porque "Juntos somos mais Fortes", pedimos a vossa colaboração para a oferta de:
·         livros de pintar para a sala da consulta externa;
·         cadernos e material de escrita para a sala de Internamento;
·         folhas, cadernos, marcadores, lápis de cor para a sala de Internamento;
·         DVDs ou livros de contos para a sala de Internamento;
Sugerimos aos Educadores e Professores a sensibilização junto dos alunos e EE, para esta iniciativa. Por exemplo, se em cada turma, cada aluno oferecer um único lápis de cor, uma lapiseira ou algumas folhas A4, já conseguiremos bastante material. Não faz mal arranjar lápis avulso, com tamanhos e marcas diferentes, pois arranjaremos caixas bonitas para acondicionar o material.
Vamos ser solidários com os meninos internados e proporcionar meios para distração e trabalho, promovendo as literacias.  
     
   Os materiais devem ser entregues na Biblioteca
















quinta-feira, 15 de março de 2018

Concurso "A tua ideia conta"



Realizou-se no dia 14 de março, pelas 14h30, no auditório Aires Barbosa, a selecção dos dois melhores projetos para o concurso  “A tua ideia Conta”,  promovido pela CMA e pela Cáritas de Aveiro.

Os projetos foram realizados nas aulas de Filosofia em articulação com a biblioteca escolar. 

A sessão contou com um júri composto pelos professores Graciete Santos e Isaque Tomé e pela Drª Sara Madaleno, diretora financeira da empresa de Moldes “Madaleno”. 

Os vencedores, a nível do agrupamento que irão concorrer a nível concelhio, são os alunos do 11º A: 

Ana Raquel Pinto, Íris Fartura Teixeira e Karina Antia com o projeto “Jogo dos 17 ODS” ; e com o projeto “Which”, os alunos Alexandre Santiago, Francisca Carapito, Ana Estêvão Monteiro, Daniela Henriques, Manuel Matos e Viktoriya Ketsmur . 

Aos vencedores os nossos parabéns!








Dia da Mulher


Dia da Mulher (8 de março)


 O dia 8 de março assinala as lutas e reivindicações das mulheres por melhores condições de trabalho e direitos sociais e políticos, que tiveram início na segunda metade do século XIX e se estenderam até às primeiras décadas do XX.


 No dia 8 de março de 1857, trabalhadores de uma indústria têxtil de Nova Iorque fizerem greve por melhores condições de trabalho e igualdades de direitos trabalhistas para as mulheres. O movimento foi reprimido com violência pela polícia. Em 8 de março de 1908, trabalhadoras do comércio de agulhas de Nova Iorque, fizeram uma manifestação para lembrar o movimento de 1857 e exigir o voto feminino e fim do trabalho infantil. Este movimento também foi reprimido pela polícia.


 No dia 25 de março de 1911, cerca de 145 trabalhadores (na sua maioria mulheres) morreram queimados num incêndio numa fábrica de tecidos em Nova Iorque. As mortes ocorreram em função das precárias condições de segurança no local.

Na sequência destes acontecimentos foram alteradas leis trabalhistas e de segurança de trabalho, gerando melhores condições para os trabalhadores norte-americanos.


 No ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o "Dia Internacional da Mulher", em homenagem ao movimento pelos direitos das mulheres e como forma de obter apoio internacional para luta em favor do direito de voto para as mulheres (sufrágio universal).


Mas somente no ano de 1975, durante o Ano Internacional da Mulher, que a ONU (Organização das Nações Unidas) passou a celebrar o Dia Internacional da Mulher em 8 de março.




As Bibliotecas da Escola Sede recordaram a importância da luta pelos direitos da Mulher.
















O Dia do PI


Na matemática, o PI é o número da π {\displaystyle \scriptstyle {\pi }} dadada proporção numérica definida pela relação entre o perímetro de uma circunferência e seu diâmetro.

Para saber mais, aceda a http://www.piday.org/

 O PI invadiu a Biblioteca e ocupou todo o seu perímetro.















sexta-feira, 9 de março de 2018

Isabel Alçada


Isabel Alçada esteve em Esgueira.

A convite da Biblioteca, a escritora esteve com os nossos alunos que lhe ofereceram  desenhos, canções, dramatizações, fantoches e bonecos de pano, todos alusivos às suas personagens e enredos.

Excelente comunicadora, agradeceu e reconheceu o trabalho das Educadoras e dos Professores na preparação para as sessões e promoção da Leitura.

A equipa da Biblioteca agradece a todos!













































Projeto “Newton Gostava de Ler”



O Projeto “Newton Gostava de Ler” aposta na ligação entre Ciência e Literatura, sempre em coordenação com os currículos das várias disciplinas. 

De acordo com a temática abordada nas aulas, o Professor Bibliotecário fomenta a leitura de uma obra e o Professor da disciplina ou um Professor da área das ciências executam experiência e actividades científicas. 

Os alunos do 8º ano estudaram a temática da manta morta, na disciplina de Ciências Naturais.  Nesse contexto, a Professora Bibliotecária apresentou a história “Há um cabelo na minha terra”, com texto e ilustração de Gary Larson. A ação desta história começa uns centímetros abaixo do chão, quando um filho minhoca, durante um jantar de família banal, descobre que tem um cabelo no seu prato de terra. Fica bastante agastado, devido não apenas à refeição estragada, como também a toda a sua vida miserável e rasteira. Isto, por seu turno, leva o pai a contar-lhe uma história - história essa que se revelará inspiradora para os filhos de todos os invertebrados, estejam eles onde estiverem.
Assim, o pai Minhoca conta a saga de uma bela donzela e do passeio aventuroso que esta dá através da sua floresta preferida, verdadeiro paraíso do caminhante. É uma excursão plena de mistério e magia. Pelo menos, é o que ela pensa...